Euro 2008


Etiquetas: , , 7 comentários

Há pouco tempo, não mais que meia hora, Portugal saiu derrotado do confronto com a Alemanha (3-2). Devo dizer que me sinto... aliviado.
Ok, antes de começarem a abrir a página de comentários e mandarem coisas como "insensível", "falta de patriotismo" e outras coisinhas bué de sentimentais, vou só focar 3 coisas que geralmente oiço quando me queixo da demasiada atenção que o futebol recebe:
  1. O futebol é o que faz o país andar
  2. Devias ter orgulho do teu país
  3. Ao menos somos bons nalguma coisa
Em resposta aos três pontos:
  1. Pensava que o que fazia andar eram as pernas, mas acho que me enganei
  2. Eu terei orgulho no meu país quando ele me souber dar bons serviços de Saúde e Educação (não está nem perto disso)
  3. Somos bons em muitas coisas, resta saber é quais

Posto isto de parte, avante!
Não acham estranho os outros países não fazerem o alarido que Portugal faz em relação ao Euro? Quer dizer, é claro que na hora do jogo está tudo à frente da televisão, mas em Portugal esta obsessão bi-anal faz-se notar muito mais: ele é reclamos de televisão, ele é bandeiras por tudo quanto é janela e porta, ele é produtos alimentícios cheios de bandeiras, ele é roupa vermelha e verde esgotada nas lojas. Citando o Filipe Furtado (clica aqui) "De dois em dois anos gosto de me lembrar que sou português.".
Se me queixo do acima, dizem-me logo "Ai, tens que apoiar a Selecção, eles precisam da nossa força!!!", com um ar de espasmo e nojo na cara. Ao que eu respondo, com o ar mais sarcástico que posso fazer com a minha linda (cof cof) cara, que "Se os outros países apoiassem as Selecções deles como nós apoiamos, a força era tanta que os jogadores cagavam e vomitavam força enquanto corriam pelo campo como mentecaptos". No entanto, sou ignorado, e lá vão as pessoas todas contentes enfiar-se no carro e buzinar pela cidade, provocando poluição social, sonora e ambiental. Ah, a crise dos combustíveis é esquecida nestas ocasiões, claro...
Enquanto o povo anda contente com o desempenho dos Magníficos (cof cof, epá, esta tosse...), ninguém tem tempo para reparar no estado lastimoso em que o país está. Os doentes amarinham pelas paredes dos hospitais em busca de uma cama, ao que lhes é oferecida uma arrastadeira com soro e uma almofada pa encostarem a cabeça à parede, bem como 5 ladrilhos do chão. A Educação continua sem grandes melhorias. A crise perdura. E o Governo respira de alívio cada vez que há futebol assim ("Uff, finalmente, um mês sem fingir que me preocupo com aquela gentalha...").
De certa forma, gosto de ver a Selecção nacional a jogar. É bom vermos o nosso país a competir contra outro, e de facto, não deixa de ser cultura. Mas não se justifica isto tudo.
  • Não se justifica que o país congele em alturas como esta
  • Não se justifica que as pessoas aprendam o Hino Nacional só para não fazerem figuras de idiotas nos cafés
  • Não se justificou que, durante o Euro 2004, tivessem sido gastos milhões de euros para construir sei-lá-quantos estádios novos, quando o país está na pobreza em que está
  • Não se justifica que as pessoas que digam que têm nojo do país em que vivem de repente digam "Tenho orgulho em ser português" só porque a Selecção Nacional está a ter um bom desempenho seja em que campeonato for.
  • Não se justifica que outros assuntos de elevada importância política, social e cultural sejam ignorados porque "está a dar a bola".
Ao fim de 4 jogos, a Selecção Portuguesa perdeu contra a Alemanha por 3-2. É o fim da linha. Agora, e finalmente, o povo português pode voltar hipocritamente as suas atenções para as coisas que de facto importam.



Não se esqueçam de deixar a vossa opinião sob forma de um comentário =)

7 Response to "Euro 2008"

  1. Nee-chan

    aprovado 8D mas foi 3-2.
    enfim, concordo contigo, mas a nossa selecção joga, so k o arbitro foi um fdp.

    Nrokina

    ;_; eu gosto d futebol, principalmente kuand reune tantas nacionalidades...axo entusiasmante. Portugal tah uma merda..xeira-m a "sovakinho" xD! bom vou voltar prah minha vida portuguesa miseravel e xorar a um kanto a nossa perda..;_;!
    btw...epah...o cristiano ronaldo eh mm aldrabao! xD akela "falta" k n xegou a ser falta foi hilaria! O alemao nem lhe tokou na perna e o mecinha "AI jesus k lah vou eu!!!!"..anyways..ALDRABAO! xD Bom post joao :P

    Sim, em alguns aspectos tens razão. Portugal agarra sempre as oportunidades que veem de fora para se desenvolver, para se internacionalizar.. Ora o Euro 2004, ora outra coisa qualquer que agora já não me lembro, em vez de se desenvolver por si próprio. E no fim dos eventos... tudo volta ao normal (à miséria), mas Portugal é Portugal, a sociedade é e sempre será a mesma.. é a sociedade do "falam, falam mas não fazem nada".

    Como aqui se verifica, nós jovens é que deviamos promover isto tudo, mas não.. Eu apenas oiço muitas pessoas dizer (incluíndo eu) "assim que puder, saio do país!" (somos os Dâmasos da sociedade actual).

    Mas, admitamos que os momentos da bola são sempre muito emocionantes! O ser humano ainda tem este espírito de competição, de matança!

    Mas uma coisa, NROKINA, foi cometida falta ao Ronaldo, o outro não parava de o puxar, e depois de o mandar ao chão ainda lhe pisou o pé, aí sim, é q o Ronaldo se começou a queixar. Os alemães é q são uns aldrabões, quando era cometido falta, punham-se no chão a lamentar só para ganharem tempo e fazer a bola parar...
    Mas fiquei mesmo triste, Portugal merecia.. Ao menos isto fazia Portugal inteiro despertar :P

    Continuar a postar, joaozinho :)
    Beijinho*

    Filipa (aka Arwen xD)

    Concordo plenamente com este post! Acho um exagero fazerem tanto alarido por causa de uma merda de um jogo..Acho estupido tambem ficarem todos fodidos porke perdemos, e porke fomos roubados ou porke nao fomos roubados -.- wtvr, é so futebol ffs!
    e tanto patriotismo ate enjoa, ate porke a maior parte das pessoas só é assim por causa do euro

    enfim

    Pedro (Namorado da Filipa xD)

    *vénia*


    Amén


    PS: Ao menos as pitas portuguesas gostam do Renaldo, que é português...A Filipa gosta do Schweinsteiger.

    Eu cá gosto da mulher do Totti ^^

    Filipe Furtado, a.k.a. tóine da bola

    Desde a Rosinda Peixeira a vender a sardinha a metade do preço, ao Zé dos Camiões a apitar no meio de Lisboa, passando pelo stor manel, a dispensar os alunos das suas aulas durante o jogo, e pela jardineira Maria, que também tirou dia de folga para ver o Cristiano, toda a gente contribui para a vitória da selecção! Eita coisa boa! É disto que o meu povo gosta! Reivindicar é isto mesmo!
    Ironias à parte, dá-me prazer ver tanta gente motivada, tanta gente a apoiar a mesma causa, mas tenho pena que quem pise o relvado não partilhe a mesma motivação e amor à bandeira. Isto, claro, se considerarmos que se trata de amor à bandeira e não ao desporto de massas, que é o futebol. De massas por dois simples motivos: trata-se de um desporto colectivo e é o único desporto que qualquer estúpido consegue perceber, a nível táctico(acho que este último aspecto nos assenta muitíssimo bem). Voltando atrás e pensando bem, amor à bandeira não pode ser, já que este só se manifesta de dois em dois anos. Não vemos as mesmas doses de berreiro quando a Vanessa Fernandes corta metas, não somos bombardeados com tanta publicidade quando o Nelson Évora, literalmente, voa, não assediamos de forma tão fugaz a televisão quando o nosso compatriota Francis Obikwelu ganha medalhas (sim, é tão português como o Pepe ou o Deco), não perdemos tanto tempo quando os Lobos entoam o hino como se da coisa mais importante das suas vidas se tratasse, não vemos tanta pressa nem tanto dinamismo quando se trata de trabalhar (hey! isso mesmo, é disso que são feitas as super potências económicas)... Não nos ficava mal conhecer o hino e a bandeira, não nos ficava mal pararmos de adulterar os símbolos da nossa Pátria, não nos ficava mal lembrarmo-nos de que somos um país, uma comunidade, que não anda sozinha, independetemente do sistema político ou de quem o governa.
    Excesso de patriotismo? Eu acho que é o que nos falta.

    (é só nomes giros aqui a comentar, ó João xD)

    é o tóine da bola outra vez

    PS: Sai já da net, filho!

Designed by TheBookish Themes
Converted into Blogger Templates by Theme Craft